João Gilberto

Chega De Saudade

1959 5 de 55 de 55 de 55 de 55 de 5 3 Avaliações
0 a venda Vender este álbum

Informações

Ano 1959
Tipo Estúdio
Gênero MPB
País Brasil
Gravadora Odeon Fonográfica
Produção Antonio Carlos Jobim
Capa Francisco Pereira (foto), Cesar G. Villela (layout)

Resenha

Texto de contracapa, por Tom Jobim:

"João Gilberto é um baiano, "bossa-nova" de vinte e seis anos.

Em pouquíssimo tempo, influenciou tôda uma geração de arranjadores, guitarristas, músicos e cantores. Nossa maior preocupação, neste "long-playing" foi que Joãozinho não fosse atrapalhado por arranjos que tirassem sua liberdade, sua natural agilidade, sua maneira pessoal e intransferível de ser, em suma, sua espontaneidade. Nos arranjos contidos neste "long-playing" Joãozinho participou ativamente; seus palpites, suas idéias, estão todas aí. Quando João Gilberto se acompanha, o violão é ele. Quando a orquestra o acompanha, a orquestra também é ele. João Gilberto não subestima a sensibilidade do povo.

Ele acredita, que há sempre lugar para uma coisa nova, diferente e pura que - embora à primeira vista não pareça - pode se tornar, como dizem na linguagem especializada: altamente comercial. Porque o povo compreende o Amor, as notas, a simplicidade e a sinceridade. Eu acredito em João Gilberto, porque ele é simples, sincero e extraordináriamente musical.
P. S. - Caymmi também acha."

Antonio Carlos Jobim

Com este álbum, disse Tom Zé, o Brasil deixaria de exportar matéria prima, o grau mais baixo da capacidade humana, para exportar arte, o grau mais alto.
Comentários (1)Add Comment
0
...
visitante, 31/08/2012
A produção do disco foi de Aloysio de Oliveira e os arranjos foram de Antonio Carlos Jobim.

Escreva seu comentário
diminuir aumentar

security code
Escreva os caracteres mostrados


busy


Itens à venda: 0


Não está à venda no momento
Acessos 2428